Sobre mim/About

_MG_9189

Raquel Varela  é Historiadora, Investigadora e professora universitária.

(in English below)

Raquel Varela é Historiadora, Investigadora e professora universitária. Starting Grant da Fundação para a Ciência e Tecnologia/Universidade Nova de Lisboa/IHC e Fellow do International Institute for Social History (Amsterdam). Professora-visitante internacional da Universidade Federal Fluminense, onde leciona uma cadeira na área de história global do trabalho no programa de pós-graduação em História. É membro do NIEP. É avaliadora internacional do CNPQ/Brasil. É coordenadora do projecto internacional de história global do trabalho In The Same Boat? Shipbuilding industry, a global labour history. Autora e coordenadora de 23 livros sobre história do trabalho, do movimento operário, história global. Publicou como autora 44 artigos em revistas com arbitragem científica, na área da sociologia, história, serviço social e ciência política indexados no ISI Thompson, CAPES Qualis A, Scopus, entre outros. Os mesmos traduziram-se em mais de 200 palestras/aulas por convite realizadas em mais de 50 instituições nacionais e estrangeiras e na coordenação de 9 projectos nacionais e internacionais financiados, nos últimos 4 anos. Orienta 12 pós-doutoramentos, doutoramentos, mestrados e bolsas-sandwich. É editora de Critique. Journal of Socialist Studies (Uni. Glasgow) e Workers of the World (IASSC). É membro do editorial board de várias publicações periódicas académicas. É fundadora da Rede de Estudos Globais do Trabalho. É membro convidado do Board of Trustees of the ITH-International Conference of Labour and Social History (Áustria), a mais antiga associação de estudos do trabalho na Europa. É actualmente presidente da International Association Strikes and Social Conflicts, uma rede que conta com 35 instituições da Europa do Norte e Sul, EUA e América latina. Foi responsável científica das comemorações oficiais dos 40 anos do 25 de Abril (2014). Em 2013 recebeu o Santander Prize for Internationalization of Scientific Production.

Raquel Varela is a historian, researcher and university professor. Starting Grant from the Foundation for Science and Technology / New University of Lisbon / IHC and Fellow of the International Institute for Social History (Amsterdam). International visiting professor at the Fluminense Federal University, where she teaches a chair in the area of ​​global history of work in the postgraduate program in History. He is a member of the NIEP. She is an international evaluator of CNPQ / Brazil. She is Vice-Coordinator of the Portuguese Network for the Study of Labour, Labour Movements and Social Movements (RE), she coordinates the labour network of the European Social Science History Conference (2012-2014 – ESSHC). In 2013 she was awarded the Santander Prize for Internationalization of Scientific Production.
Raquel Varela obtained her graduation in 2005 in ISCTE-IUL (cum laude), post graduation in FCSH-Universidade Nova de Lisboa (cum laude), and her PhD (cum laude) in Political and Institutional History at ISCTE, Instituto Universitário de Lisboa, in 2010. Previously she studied Law at the Law Faculty of Coimbra University (1997-2000). Raquel Varela publishes at a high level in the field of the history of labour relations. She is the author of 4 books, editor of 9 books (one published in German, one in English and 5 in Portuguese) and the author of 58 chapters in books, both nationally and internationally published.
She is the author of 23 articles published in peer-reviewed academic journals (independently from her PhD supervisor). Of these, 5 were published in major multidisciplinary scientific journals, including Hispania and Revista Brasileira de História. 5 of these 19 peer-reviewed articles are indexed in the ISI Thompson and in Capes A. In 2014 she was nominated national scientific coordinator of the Historical Itinerary of 25 April 1974 – National Official Celebrations.
She is a member of the editorial board of a peer-reviewed international history journal (Workers of the World. International Journal on Strikes and Social Conflicts, Campinas, Amsterdam), and referee for several international journals. In 2011 she was invited to the Board of Trustees of the ITH-International Conference of Labour and Social History, an international network of associations, research institutes and historians of labour and social movements (based in Vienna, Austria). She is the president (2 mandates 2011-2013; 2013-2015) of the academic association International Association Strikes and Social Conflicts. Her main areas of interest are global labour history, history of labour relations, and contemporary history of Portugal.

 

Livros Publicados/Coordenados/ Books Edited

25 de Abril – Roteiro da Revolução. Uma viagem pelos lugares que marcaram a revolução. Lisboa, Parsifal, 2017. (Com José Mateus , Susana Gaudêncio)
Obra em homenagem a Dalila Mateus e António Monteiro Cardoso, Lisboa, Colibri, 2017.
(Com António Simões do Paço , Diogo Cancela , Maria Augusta Tavares)

Do Medo à Esperança, Lisboa, Bertrand, 2016 (Com António Coimbra de Matos)

História do Povo de Loulé na Revolução Portuguesa (1974-1975), Lisboa, Editora Âncora, 2017 (no prelo) (Com Luísa Barbosa Pereira)

Varela, Raquel, Valério Arcary, Felipe Abranches Demier, O Que é Uma Revolução? Teoria, História e Historiografia, Lisboa, Colibri, 2015, 116 p., ISBN 978-989-689-524-2

Para onde vai Portugal?, Lisboa, Bertrand, 2015, 261 p., ISBN 978-972-25-2934-1.

História do Povo na Revolução Portuguesa (1974-1975), Lisboa, Bertrand, 2014, 534 p.

História do PCP na Revolução dos Cravos, Lisboa, Bertrand, 2011, 399 p.

Varela, Raquel, Marcel van der Linden, Hugh Murphy, Shipbuilding Labour Around the World: a Global Labour History, Amsterdam, Chicago University Press, 2017 (forthcoming).

Varela, Raquel, et al, Trabalho, educação e conflitos sociais: Diálogos Brasil e Portugal, São Paulo, Verona, 2015, 391 p, ISBN: 978-85-67476-15-5.

Varela, Raquel, et al, Actas do I Congresso de História do Movimento Operário em Portugal, FCSH-UNL, 2015, Ebook open access in https://run.unl.pt/handle/10362/17159 ISBN: 978-972-96844-6-3.

Varela, Raquel, et al, Relações laborais em Portugal e no Mundo Lusófono. História e Demografia, Lisboa, Colibri, 2014, 305 p., ISBN: 978-989-689-412-2.

Varela, Raquel (coord), A Segurança Social é Sustentável. Trabalho, Estado e Segurança Social em Portugal, Lisboa, Bertrand, 2013, 438 p., ISBN: 978-972-25-2681-4.

Varela, Raquel, Quem Paga o Estado Social em Portugal?, Lisboa, Bertrand, 2012, 470p., ISBN 978-972-25-2513-8. (3ª edição).

Varela, Raquel; Paço, António Simões do; van der Velden, Sjaak, Strikes and Social Conflicts. Towards a Global Labour History, Lisboa-Amsterdam: IASSC-IHC, 2012, 815 p., ISBN: 978-972-96844-1-8.

Varela, Raquel (Coord), Revolução ou Transição? História e Memória da Revolução dos Cravos, Lisboa: Bertrand: 2012, 293 p., ISBN: 978-972-25-2418-6.

Varela, Raquel; Noronha, Ricardo; Pereira, Joana Dias, Greves e Conflitos Sociais no Portugal Contemporâneo, Lisboa, Edições Colibri, 2012, 244 p., ISBN 978-989-689-188-6.

Varela, Raquel; Abril 1974. Die Nelkenrevolution. Das Ende der Diktatur in Portugal, Berlim: Laika-Verlag, 2012, 344 p., ISBN: 978-394-22-81850.

Varela, Raquel; Rosas, Fernando; Lemus, Encarnación, O Fim das Ditaduras Ibéricas, Lisboa, Edições Pluma, CEA, 2010, 264 p., ISBN: 978-84-938354-0-8

Pedro IV, Lisboa, Planeta DeAgostini, 2006, 156 p.

Fernão de Magalhães, Lisboa, Planeta DeAgostini, 2005, 143 p.

É membro do board of Trustees do ITH-International Conference of Labour and Social History (Viena, Áustria). É membro da Asociacíon Historiadores del Presente. Os seus artigos estão publicados em revistas nacionais e internacionais com arbitragem científica como Revista Brasileira de História, Hispania, XX Century Communism, Revolutionary Russia, Historia del Presente, Revista Espacio, Tiempo y Forma, Análise Social.

As suas áreas de investigação são História Global do Trabalho e História do Estado Social. História dos movimentos sociais na Península Ibérica. História do movimento operário português. História da Revolução de 25 de Abril de 1974. O papel do Partido Comunista Português na revolução portuguesa. Estudo comparativo dos Partidos Comunistas Europeus.

Biography:Raquel Varela (1978) is a researcher, Labour Historian and University teacher. She is honorary fellow of the International Institute for Social History, where she co-coordinates the international project ‘In the Same Boat? Shipbuilding and ship repair workers around the World (1950-2010)’. She has a PhD in Political and Institutional History (ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa). She is president of the International Association Strikes and Social Conflicts. 

 

http://socialhistory.org/en/staff/raquel-varela

Advertisements

8 thoughts on “Sobre mim/About

  1. Pingback: “Para que serve um Estado se não é Social?” À(à) conversa com Raquel Varela | 30 de janeiro | PlanetAlgarve

  2. Bom dia, considero o último Post exemplificativo sobre a austeridade. Apenas um grande negócio pago por todos nós (trabalhadores, pensionistas, reformados e de forma geral todos os portugueses que recorrerem aos serviços públicos).

  3. Pingback: Abril à mesa! – de olho na mesa

  4. Cara Raquel,

    A sua forma de escrever incendeia-me, com a sua revolta, a sua paixão e os seus valores. Revejo-me na sua escrita como ha muito tempo não me revia em algo, pelo que quero dar-lhe os meus sinceros parabéns e apoio ao seu Blog.
    Espero que continue a escrever…

    Obrigado,

    Bruno

  5. Dr.ª Varela,

    Um aviso que me lembrei de aqui deixar, a propósito de uma recente série de comentários que ocorreu neste seu blogue – e que, já agora, aproveito para deixar nesta página (pois, não é apenas sobre a recente série de comentários, em particular, mas sobre algo que repetidamente tenho observado neste blogue) – é que:

    Existe, na Internet, um novo fenómeno de pessoas que são pagas pelo poder estabelecido para andar de volta de tudo o que sejam autores não alinhados com tal poder, para que, sempre que estes autores falem de assuntos mais “sensíveis” ou façam críticas/denúncias mais incisivas, encherem os comentários a tais colocações com textos que visam, de qualquer modo, denegrir ou desviar a atenção de tais denúncias.

    Isto não é mera “suspeita” ou “teoria da conspiração”, mas algo que já foi até confirmado por quem trabalha para a RTP, onde você por vezes aparece. E, se quiser ver as provas do que falo, deixo aqui as mesmas:

    h*tp://blackfernando.blogs.sapo.pt/para-quem-duvidar-de-que-existem-trolls-88000
    h*tp://blackfernando.blogs.sapo.pt/o-que-e-um-troll-14229

    (Por isso, de cada vez que faça você críticas mais sérias à actual situação, não espere outra coisa que não sejam comentários depreciativos – de “anónimos” e pessoas que não têm publicações próprias – que visam, de algum modo, sabotar tais críticas.)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s