Brincar aos Deuses

Li hoje a notícia na Renascença sobre as crianças pequenas que estão internadas na Estefânia com doenças respiratórias devido aos confinamentos e os relatos da directora de pneumologia, Dra. Ana Casimiro. Já lá irei. “Uma onda de infeções respiratórias fora de época está a levar milhares de crianças aos hospitais.As urgências estão cheias de crianças até aos cinco anos, muitas a precisarem de oxigénio por causa de vírus que são habituais no inverno, mas muito raros no verão”. O fenómeno está a acontecer nos países com confinamentos, e a Nova Zelândia é um dos casos mais graves (o que mais confinou, orgulhosamente). Numa recente série que vi sobre o pós guerra alemão a jovem candidata a estudante de medicina na RFA sofre o preconceito de ser mulher, e na hipótese de não ter vaga face aos candidatos homens, faz um discurso irritado sobre porque quer curar pessoas, o que convence o regente do curso a aceitá-la que lhe diz esta frase belíssima, “há duas formas de nos comportarmos como Deuses, matando pessoas e salvando pessoas”.

É da literacia comum que o nosso sistema imunitário se forma no essencial nos primeiros 3 anos de vida. Forma-se em confronto com milhares de vírus e bactérias, mais de metade do nosso corpo não são células humanas, mas micro organismos, o professor Sobrinho Simões disse-o recentemente na Televisão, com a sua calma. Não se sabe tudo destes micro-organismos, nem do sistema imunitário, a medicina, ao contrário do que se pensa, é uma ciência muito recente, e o desconhecido é ainda dominante. Muito do que se sabe é por observação, empirismo, e não porque se conhecem exactamente os processos.

Sabemos que as crianças sem contacto com outras crianças não só podem sofrer atrasos graves no desenvolvimento como a sua saúde pode estar, seriamente, em risco, se não contactam e são expostas a microorganismos. Evidentemente que não se trata de não as vacinar com vacinas seguras, ou colocá-las em perigo com doenças graves, mas há uma dose de mexer na terra, e tocar nos braços babados do bebé do lado que são fundamentais à vida de cada bebé. A Dra Ana Casimiro foi citada pelo DN afirmando que a Estefância está sem mãos a medir com os internamentos de crianças pequenas com vírus não Covid mas respiratórios, porque as doenças que não apanharam num ano estão a apanhar agora ou porque no ano anterior não ganharam imunidade a estas doenças, cito-a. No Guardian a notícia sobre a Nova Zelãndia era mais preocupante na sua conclusão – não se está só a adiar doenças, está-se a mexer, como Deuses, na formação do sistema imunitário destas crianças.

Os pais não estiveram confinados, estiveram a trabalhar na sua maioria, mas elas, no caso de pais mal orientados por políticas de saúde pública erradas (e estes são os primeiros responsáveis, os governos), assustados pela força mediática, ou já antes narcísicos, colocando os seus medos à frente do bem estar dos filhos, foram privadas do contacto com os micro organismos – o impacto disto no futuro é incerto. É um alerta enorme porém. Quando ele lhe respondeu que há duas formas de ser Deus esqueceu-se de contar aquela anedota que eu gosto tanto – “qual a diferença entre ser médico e ser Deus? É que Deus não pensa que é médico”. Estes dois anos elevaram a ciência à categoria de Deus. Sempre que há Deus, o milenarismo é inevitável. O milenarismo é a teoria do fim do mundo, chega com doenças, com a “catástrofe climática”, o dilúvio ou a praga dos céus. Dura há 2 mil anos. Há 2 mil anos que no ano seguinte o mundo acaba. Desta vez o fim do mundo não é um castigo de Deus, mas uma certeza “científica” – sendo que nunca os princípios básicos do fazer ciência foram tão maltratados – verdade exterior ao sujeito, verificação empírica, precaução, dúvida, contraditório, tudo desapareceu da ciência, ficando no seu lugar Deuses que brincam com a vida das pessoas.

A ciência é hoje um Dogma usado por “influencers” numa guerra mediática, que espezinha, ostraciza e nega o pouco que sabemos – sim, sabemos pouco. Mas em breve vamos saber mais: a Suécia tem crianças com baixa imunidade a encher as pediatrias? Tem uma mortalidade mais alta ou mais baixa do que os países que confinaram? Vai ter 4, 5 ou 6 vaga? Qual a queda do seu PIB e o seu impacto futuro na saúde pública? Temos tempo, antes do mundo acabar, de responder a estas perguntas.

4 thoughts on “Brincar aos Deuses

  1. E já que falamos de ciência, nada como uns números para nos consciencializarmos da situação.
    Segundo a European Medicine Agency (EudraVigilance-database) reportando-se a 17-7-2021, houve só na UE 19.000 mortes e 1,8 M de casos adversos (50% graves) devido às vacinas, sendo a Pfizer a campeã, com 9000 mortes e 700.000 efeitos adversos. A Moderna vem num honroso 2º lugar com 5.000 mortes e 190.000 efeitos.
    Se o panorama da dita segurança é este, então temos de perguntar: quantas mais pessoas terão de morrer e cair doentes para que se repense o caminho que os “deuses” nos andam a impor?

    • Boa noite, interessantes os numeros… pode-me passar o link com o estudo/numeros em questão por favor?! Já entrei no site da European Medicine Agency e não os consegui encontrar.

      Obrigado

  2. sente se confortavel com a sua actual visao do mundo da politica da religiao da economia e da historia? tem fe nas instituiçoes e acredita que os meios de comunicaçao so dizem a verdade ? entao este livro nao e para si e que livro falo falo pois do livro de santiago camacho 20 grandes conspiraçoes da historia somos uns filhos da puta foram estas as historicas e pouco solenes palavra pronunciadaas a 16 de julho de 1945 as 5 horas e 29 m e 45 s pelo doutor kenneth bainbridge acabava de ser testemunha da primeira explosao nuclear no campo de tiro de alamogordo novo mexico concretamente num lugar que tinha o nome adequado de jornada do morto pronto isso tudo pa dizer o que que elevar os cientistas doutores especialistas a categoria de deuses santinhos incapazes do mal e um erro crasso e e repetir erros de historia cientistas foram giroadno bruno e galielei galiei oresto enfim ocultam a verdade alias curisos que muitos livros que ando a ler ultimamente nao se encontrem a venda quando li ese livro fiquei chocada com o nivel de atrociadades cometidas pelo ser humano em nome da segurnça nacional com a de waco texas que emtodos os emuas nao de vida nao sabia quanto ao fim do mundo achei piada o comentario do senhor santiago ao verdadeiro 3 misterio de fatima esperemos para o bem de todos que essa sinistra profecia nunca se venha a cumprir

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s