O CDS, comunista pró-chinês

A minha sábia avó materna dizia que com jeitinho até cascas de cebola se vendem. O CDS não quer salvar o SNS com a ADSE para todos, quer salvar o mercado privado da saúde, seus accionistas, com a ADSE.

Portugal não tem nem nunca terá escala para um serviço privado de saúde porque os baixos salários da vasta maioria da população impedem-no – mais de 80% por conta de outrem recebe menos de 900 euros e os precários menos 40% que os fixos. O CDS quer salvar a CUF e a Luz.

Quem diria, que mundo este, em que o CDS, sócio menor dos capitais da China comunista, quer usar dinheiros públicos para salvar os investimentos dos seus associados, accionistas…perdão, militantes democrata-cristãos. É uma espécie de Compromisso Histórico a la italiana dos anos 70, agora tudo em nome de fazer lucro com a saúde dos Portugueses, e a saude dos médicos em Portugal, degradados na sua profissão.

O SNS já está desnatado, segue-se agora a desnatação dos serviços privados com a massiva proletarização dos médicos que aí trabalham porque Portugal já não é o país rural do médico profissional liberal João Semana, os recursos são hospitalares, de grande dimensão, controlados pelos hospitais e os médicos assalariados desses hospitais (embora formalmente profissionais liberais, a recibo verde). Com a saúde privada em Portugal vai acontecer o mesmo que aconteceu à CP, à TAP, à Banca e aos CTT – destruição, e antes disso fuga de capitais. Estes grandes investimentos vão mais cedo ou mais tarde fechar portas, como a PT e a Banca, os médicos ficarão sem estruturas, e sem “mercado” porque há limites ao esforço que cada um pode fazer num país pobre para pagar a sua saúde. O SNS terá sido entretanto destruído, ficando como no Estado Novo espaço de formação e assistência, e o Estado vai no fim disto tudo nacionalizar monos, porque os capitais foram-se. Ficaremos com algo estilo uma comissão de inquérito a um qualquer regulador da saúde que dirá que não sabia, não se lembra, e era tudo legal.

No fim, os militantes do CDS, e accionistas, vão tratar-se no estrangeiro. E, com jeitinho, até parece que o CDS tem um projecto para o país.

2 thoughts on “O CDS, comunista pró-chinês

  1. O principal combate desta senhora é contra o PCP. Tudo lhe serve. Até o CDS. A Adse tem dois caminhos: ou acaba ou cria um sistema próprio de prestar cuidados de saúde.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s