O Algodão, global

O Algodão e o papel das lideranças políticas dos trabalhadores na história: uma perspectiva gobal

Esta minha aula será sobre global e total, do particular ao todo, construída a partir da história do algodão, o papel deste na guerra civil norte-americana, a escravatura, e antes a expropriação dos Índios (e antes o emparcelamento de terras comunais na Europa), a “fome do algodão” que o bloqueio do sul espoletou na Inglaterra com ausência de matérias primas nas fábricas, a imigração e a concorrência entre trabalhadores na divisão internacional do trabalho, o sindicalismo internacionalista que daí surgiu com a fundação da Associação Internacional dos Trabalhadores em 1864, sob liderança de Karl Marx, até às Vinhas da Ira, na década de 30, e a expropriação e proletarização dos pequenos camponeses de produção de algodão com a crise bancária e industrial de 29 nos EUA: classe, etnia, nação, autodeterminação e o papel dos dirigentes e o seu lugar, na história e na historiografia da história global do trabalho.

Será hoje na cidade de Porto Alegre na conferência internacional Mundos do Trabalho, na mesa redonda da manhã na UFRGS.
A quem esteja interessado repetirei esta aula aberta ao público na UFF/Niteroi dia 24 de Outubro na aula do historiador Paulo Terra; e em Lisboa em Janeiro para a Associação A Casa sindical (em data a divulgar), bem como na FCSH-UNL em Fevereiro no Grupo de História Global do Trabalho.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s