«Não se pode dar tudo a todos».

Dez mil milhões é 5% do PIB, mais do que o orçamento total da Saúde ou da educação. A «banca», – para quem não sabe – é uma sociedade de investimento, de investidores, cujo negócio é emprestar dinheiro a juros, emprestar a mais, sem garantias. «Mobilizar» este volume de capitais para a banca, facto em que a mão deste Governo nunca tremeu, nem do anterior, é proteger os riscos do negócio que é “emprestar dinheiro sem garantias”. Comparar estes cavalheiros com professores que ganham 900 euros devia ser proibido. Podemos e devemos discutir a qualidade da educação, avaliações, tudo, há muita coisa errada nos serviços públicos e óbvias necessidades de melhorar que não se podem ocultar, mas colocar todos no mesmo barco, banqueiros, enfermeiros, médicos, professores, operários, é uma piada de mau gosto. Entre educar, cuidar, produzir e viver de juros há uma linha, quase infinita, que os separa. Costa tem razão, não há dinheiro para dar tudo a todos, por isso devia ter escolhido dar a quem constrói o país, escolheu mobilizar os nossos impostos para quem destrói o país.

https://eco.pt/2017/11/21/centeno-ja-mobilizou-quase-dez-mil-milhoes-para-estabilizacao-da-banca-nacional/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s