Uma festa nos EUA

Esta fotografia foi tirada a bordo do laborboat na baía de São Francisco pelo soldador naval Josep Blum, que se tornou fotógrafo do trabalho desde que se reformou, com várias exposições em São Francisco e na Baía que retratam o mundo do trabalho.
No dia desta fotografia tive quase tudo: uma viagem de barco com historiadores do trabalho dos EUA, cantores das músicas de trabalho norte-americanas, a comida preparada por uma japonesa co-fundadora do sindicato de hotelaria da BayArea, uma fotografia original de manutenção da Golden Gate assinada por Blum, e – imaginem – uma baleia que nos acenou debaixo da Golden Gate, ao pôr do sol.
Nos dias nos EUA vi o que já sabia ser um preconceito europeu e periférico com os norte-americanos. Estive com trabalhadores de várias áreas e o que vi foi determinação política contra Trump, solidariedade, disciplina, exigência do que são mínimos aceitáveis de vida (a que tantos por ignorância chamam aristocracia operária), brio no trabalho e generosidade. Reforcei o meu optimismo nas classes trabalhadores dos países ricos – a norte-americana e alemã, em primeiro lugar – e a minha desconfiança das teorias nacionalistas que olham para os países ocultando a sua complexidade interna. Onde há um Trump há 13 milhões de votos em Sanders, que não é um socialista mas foi no socialismo, e certamente na possibilidade impossível de uma auto reforma do capitalismo norte-americano, que esta massa de gente votou – a década de Obama que viu cair 25% do salário mínimo nos EUA fez com que no país da caça às bruxas de 1945 a ideia de igualdade e liberdade voltasse a ter um espaço fora da marginalidade política. Há muito mais nos EUA do Trump e Melania, já o sabíamos, mas esquecemos.
Se puderem surfem uns minutos na página de Blum, é como ver a fotografia dos anos 30 na actualidade, com tudo o que tem de novo, é rever a beleza do trabalho, quem e em que condições está quem ergue um arranha-céus ou uma ponte. Blum sobe aos lugares mais improváveis para deixar um registo que a maioria das pessoas todos os dias esquece – cada coisa que olhamos, pisamos, utilizamos tem dentro o que determina tudo, o trabalho.

Advertisements

One thought on “Uma festa nos EUA

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s