Verter águas no porta-aviões

A marinha norte-americana anunciou que vai acabar com os urinóis no novíssimo porta-aviões Gerald Ford, presidente dos EUA durante a revolução dos cravos, o homem que temia o “mediterrâneo vermelho”, porque os WC no porta-aviões são mistos e 20% são mulheres. Temem agora que se vertam águas amarelas da bexiga de pé. Não lhes ocorreu uma sala dentro de urinóis, mas acabar com eles em, explicam, “nome da igualdade”. Confesso que os destinos da marinha norte-americana me interessam zero, mas como mãe de rapazes e filha, mulher, amiga de homens pergunto-me se não querem dar uma injecção obrigatória de estrogénio ou outro qualquer bloqueador da testosterona aos homens do planeta e acabar com o género para promover a igualdade? Já o fazem aos rapazes que tomam doses massivas de ritalina, os “irrequietos” com a testosterona – “que pena não serem assim calminhos como as raparigas”, queixam-se mães e professoras; têm sido massivamente apelidados de hiper-activos para rendimento de consultórios, e receitados com ritalina, que lhes bloqueia entre outras coisas o desenvolvimento dos órgãos sexuais e naturalmente os faz “calminhos”, para descanso de mães e pais ansiosos, que trabalheira ter filhos, ufa!. Admirável mundo novo. Curioso que há anos que o meu sonho é ter um WC masculino em casa com um urinol e todos os homens da minha família irem lá e só lá, porque fazer de alto numa sanita tem como resultado inevitável a expansão de pingos com cheiro fétido a ureia, por mais cuidadosos que sejam. Agora, a sério: e acabar com a marinha norte-americana não? Isso sim era promover a igualdade no mundo. Por mim até podiam fazer do novo porta-aviões Ford um WC público gigante ambulante, mas por favor com sanitas, urinóis, chuveiros e banheiras. Andando pelos 5 mares a servir a humanidade.

Advertisements

One thought on “Verter águas no porta-aviões

  1. qual igualdade, qual carapuça. o marujos vão urinar para o trem de aterragem dos aviões, assim tipo cãezinhos, as marujas vão agachar-se no fim da pista e baixar as calças. Igualdade? só se for ficarem todos mijados por causa dos respingos do vento.
    Cumprimentos.
    José Romeiro

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s