Granchester

A temporada 3 do Granchester é imperdível, o guião desta vez mistura amor romântico com marxismo, uma paixão intensa e até teatro Brechtiano, numa cena de ir às lágrimas a rir quando o padre mais novo resolve ensinar teatro épico às crianças da vila. Nesta temporada temos o impulso criador em contradição com o homem e as suas condições históricas – a Inglaterra dos anos 50, brutalmente conservadora, incentivando relações hipócritas de grande sofrimento amoroso. “Sou o que faço”, confessou o mais belo padre da televisão à sua amada Amanda quando lhe explicou que o sentido da sua vida não era Deus, mas organizar a vida das pessoas da pequena vila, e por isso não pode deixar de ser padre. Não pode ficar com ela porque é uma mãe, divorciada, e ele um padre, por ela eternamente apaixonado. Estava a ver o último episódio e pensei que uma parte das notícias actuais nos media são sobre crime, e as relações humanas são secundárias porque o que interessa é o crime, o choque, a infantilização da desgraça, a paralisação perante o horror – é o jornalismo dramático, de um mundo que nos aparece cheio de irracionalidade, incompreensível. E as séries policiais inglesas boas, pelo contrário, são sobre relações humanas – o crime é um pequeno pretexto para nos perguntarmos quem somos nas nossas relações. Sidney, volta para a Amanda! Sem amor não há salvação, porque se somos o que fazemos quando não fazemos amor, quando não amamos, somos o quê?

Advertisements

One thought on “Granchester

  1. Nunca é demais ler um dos livros, de José Saramago “Ensaio sobre a Lucidez”, eu diria mais sobre a cegueira. Recordo de uma passagem do livro ;”não vos queixeis de nós ,queixai-vos antes de vós próprios”!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s