Tudo correu mal, Senhor Presidente.

Li os jornais, todos. O que li foi o caos, foi exactamente o contrário do que anunciou Marcelo R. de Sousa ao país – tudo correu mal. Se ontem estava convencida que a eterna questão da propriedade é a chave, hoje acho que há outro factor tão ou mais grave. O que está a desenhar-se no horizonte é uma combinação de dois factores explosivos – o eucalipto e a ruptura da protecção civil, a má gestão pública dos recursos humanos especializados, numa palavra, a erosão do Estado Social.
 
Li o testemunho de uma senhora humilde que foi desviada para a Estrada 236 pela GNR, ela conta-o sem mágoa ou dedo acusatório. Noutro, um inglês, jornalista que ali vive, diz que lhe aconteceu o mesmo, não compreende, foi para ali porque a GNR o desviou naquele sentido. Compreendem a gravidade? A GNR não só não terá cortado as estradas que já ardiam, como alguém desviou para lá as pessoas, é isto que as testemunhas estão a dizer nos jornais hoje publicados. Ninguém em seu juízo perfeito dirá, se isto for verdade, outra coisa que não seja a GNR estava tão desorientada e ignorante do que se passava naquela estrada como os civis. Não havia planos de evacuação, refúgios, conhecimento de ventos. Podia até ser um operacional especializado em trânsito, sem qualquer saber de florestas. Mas o que segue não é melhor. Uma mãe, um bebé de 9 meses e o filho inanimado no chão de 4 anos – o INEM aterra ali por acaso, porque pelas chamas não podia ter ido para onde seria chamado, e o aguardavam também com emergência. A criança foi assim reanimada. Está internada em estado grave, salva, todos esperamos, por um INEM que terá chegado ali por…sorte. Ou azar, dos que não socorreu para onde se dirigia. Há mais, há 135 feridos, para já. Afinal há dezenas de pessoas que estiveram nessa estrada da morte, se queimaram e conseguiram sair com vida. E as que não ficaram feridas e conseguiram escapar entre as chamas e os acidentes – dezenas. Portanto podiam ter sido centenas os mortos nessas estradas. Os testemunhos das pessoas num tanque 8 horas à espera de auxílio. As dezenas de relatos, em que as pessoas dão nome e cara a quem queira escutá-los, em que esperaram por bombeiros e médicos 6, 8, 10 horas; são dezenas de aldeias isoladas – não são idosos que resolveram viver num ermo, são famílias inteiras com tudo destruído, às centenas. As pessoas entraram em pânico e fugiram? Há muitas que dizem isso, fugiram, não sabem para onde e como, outras que dizem que foram para ali orientadas, outras que não fugiram e morreram à espera de ajuda dentro de casa. O que sobra disto é que estavam todos sem saber o que fazer – civis e protecção civil. O desdém com os académicos que nestes dias com coragem se levantaram – silvicultores, arquitectos, urbanistas – em detrimento dos homens que “estão no terreno a sofrer e dar tudo por tudo” não vai ajudar a resolver nada.
 
Sabem porque gastamos milhões de euros a construir uma via nas autoestradas que não é usada? – a via de paragem. Para um acidente. Uma excepção. Imobilizamos capital para um azar, “desperdiçamos” tempo e dinheiro em algo que raramente é usado, mas que salva vidas. É por isso que temos que ter guardas florestais que parte do ano vão caçar perdizes. Porque temos médicos de prevenção no INEM parados parte do tempo, a namorar, à espera de uma chamada e a escrever poemas. Porque temos bombeiros especializados em fogos que parte do ano jogam à bisca no café. Porque nem tudo é rentável na vida, a vida aliás não tem a rentabilidade de um eucalipto, a eficiência de um gestor público nem a rotatividade dos juros. A vida é um direito. Tudo correu mal, Senhor Presidente.
Advertisements

35 thoughts on “Tudo correu mal, Senhor Presidente.

  1. Raquel Varela enquadra-se ao tipo de comunicação a que me refiro no comentário que coloquei no Facebook:
    Todos lamentamos as vitimas causa da imensa tragédia provocada pelos incêndios dos últimos dias na região de Pedrógão Grande que já ultrapassou as regiões periféricas daquele concelho.
    Para quem acompanhou as reportagens e noticiários dos vários canais televisivos terá tido oportunidade de confirmar que esta tragédia tem sido, e continuará a ser, um pasto fácil para captar audiências.
    Reportagens repetitivas, debates televisivos, entrevistas que, para além de informarem, servem também para fomentar a dúvida, pôr em causa tudo o que se fez e o que deveria ser feito ou, ainda poder contentar certa espécie de audiências, lançando achas de outra espécie para fogueira da comunicação, arremessando descréditos e subentendidos a instituições, apontando as mais diversas responsabilidades.
    Na imprensa o triste acontecimento é fonte de inspiração para opiniões dispares e de interpretação subjetivas, reclamando o que anteriormente não reclamavam…
    Aí estão eles, os da direita com uma fácies triste e a mostrar condolência quando os seus adeptos, mostrando a sua fúria desmedida e mal contida espalham comentários através dos jornais online atribuindo culpas a quem está mais a jeito.Na sua fúria insana procurando fragilidades que lhe lhes garanta ganhos que têm vindo a perder. É a fúria dos adeptos duma direita extremista e irresponsável e irracionalmente furiosa.
    Neste momento canais de televisão ávidos da especulação das emoções dos espectadores iniciaram já a preparação de reportagens para colocar frente às câmaras pessoas e famílias enlutadas, agora empobrecidas física e psicologicamente pela tragédia colocando-as em primeiro plano numa tentativa de exploração política e emocional de situações de tristeza e de luto com o objetivo de atrair publicidade não olhando a meios. Esta tragédia servirá, durante mais alguns dias ou semanas, para os “abutres” da comunicação televisiva fazerem uma espécie de marketing para captar audiências, mais do que para dar apenas informação.

    • Gastam-se mares de tinta a escrever sobre assunto que nos levam sempre ao mesmo sitio !
      A opinião em portugal é sempre classificada em opinião interessada e a anti-interessada ! PAra os que recebem seu salario, comissões e fazem sua vida a gerir os dinheiros do povo dizem que os Bombeiros fizeram o que podiam e que a mãe natureza é invencil e que nem tudo correu mal ! Para os que nao ganham seu dinheiro do mesmo saco do outros , dizem que é so corrupção , incompetencia e laxismo, com os assuntos dos outros ( causa publica) .
      A comunicação social , que gere as opiniões de lidera o percurso e desenvolvimento das mesma, defende quem lhes paga ou seja quem vive dos dinheiros publicos , embora faça a gestão entre as forças politicas actuais e os interesses economicos futuros !
      Depois ainda há a Sra Varela e os outros que produzem opinião em cima da notoriedade social que almejaram e que confortam o sentimento que não é confortado pelas duas grandes facções dos interessados e dos anti-interessados !
      Se as pessoas agissem por conta própria e não se deixassem iludir pelos ilusionistas da politica , as nossas vidas estariam melhor ! AS pessoas acreditam nos PAis NATAis com criancinhas que nos semeam todos os dias ! Nos venderam ilusões desde criancinhas e mesmo quando já adultos ainda continuamos a acreditar nos PAis Natais !
      Todo o sistema politico está orientado no control mental das populações e no control material de seus bens. Os agentes do governo são formados nas igrejas/escolas. São os Pastores . Não é por acaso que todas as Igrejas usam esse termo “PAstor” . Os Pastores são formados em ciencias politicas, sociais e religiosas. Tem boa apresentaçao . Sabem falar ao povo e comovem o povo . São os chamados falsos profectas que a biblia fala ! Cultivam a imagem publica como qualquer charlatão e engendram maquiavelicamente as estrategias de acção na penubra do oculto ! As televisoes e jornais são os acolitos do sistema que promovem um debate falso para iludir o povo ! São como ilusionistas que escondem coelhos na cartola à frente dos olhos das pessoas !
      Tudo na politica é falso ! Soa a falso !
      No terrenos os liderados pelos politicos são como padres que debitam a cartilha ao povão e no meio do maior incendio do mundo, o nosso padreco presidente da recpublica , no meio dos abraços e beijinhos , o nosso Marcelo diz que nem tudo correu mal ! No meio do Maior INCENDIO DO MUNDO !!! É preciso ter uma lata do C…! F…se !
      PS: Para o assunto ficar completo , temos uma ministra da administraçao interna que vêm falar no epicentro do maior incendio do mundo , preocupada com o leite que as pessoas tem oferecido aos Bombeiros . Que é muito e o Estado não tem capacidade de logistica para gerir tanto leite !!!

      Falar mais como ?

  2. Carta aberta aos jornalistas do PS/PSD/CDS/CDU/BE/PAN:
    Este governo do PS do Costa, e o seu presidente, dos afectos, com apoio dos seus aliados; CDU/BE/PAN: Deveriam estar preparados para este tipo de acidentes! E agora, choram lágrimas de crocodilo…
    Onde estão os militares (mercenários)? Pagos com os nossos impostos!
    Para onde os mandaram? A defender interesses da NATO! Nunca foram os nossos interesses (nem nunca serão)! Porque é que eles não estão no terreno?
    Porque é que a maioria da comunicação social, só se interessa pelas desgraças dos outros, mas nunca fizeram nada. Nunca denunciaram situações graves/negócios, do actual governo, e do governo de traição-nacional de Coelho/ Portas/ Cristas, tutelado por Cavaco
    Eu também tenho família, filhos e netos, para sustentar, se os jornalistas têm medo de perder emprego (o seu ganha pão), então dedique-se á pesca! Porque isso não é jornalismo, e defender os interesses da burguesia capitalista…
    E mais não digo, porque posso ser multado ou preso, como esta acontecer neste país, que se diz democrático!
    Pela Liberdade de Expressão!
    Por uma Imprensa Livre e Democrata!

    • Senhor Ayres questiono-lhe o que fez você? Militares mercenários?! Aliás conhece algum militar que tenha algum palácio? Pergunto-lhe também se de todos os Presidentes que tivemos na nossa democracia, tivemos algum como o General Ramalho Eanes? Os jornalistas nunca fizeram nada? O que quer que um jornalista faça a não ser jornalismo? Denunciar situações graves/negócios, sabe que tem forma de o fazer não sabe? Sustenta os seus netos? Os seus filhos? Como? Na faina? Como pode dizer tantas coisas se tem filhos e netos para educar? Para servir de exemplo, pelo menos. Tem medo de ser multado ou preso?! Para isso existem os militares que no dia 25 de abril de 1974 libertaram um povo que dizia mal e não compreendia a existência dos militares … mas já se esqueceu, pelo menos você! No fundo apenas gostaria que me respondesse a uma única questão “O que fez você?”

      • Como me considero um democrata e patriota, aqui vai: Foi obrigado a fazer serviço militar obrigatório, estive na força aérea, só não lhe vou dizer mais nada. Porque isso. não lhe deve interessar! Mas continuando; Eu até defendo o serviço militar, nas atuais circunstâncias, ou seja, sem mercenários, porque quer queira, queira não, os que existem (e por muito que lhe custe), são mercenários, e muitos deles, são pagos a peso de ouro! Este assunto, ficamos por aqui! Já esta a saber de mais! E já agora, porque desconhece. Nos assuntos relacionados com a defesa do nosso país (militares),não se deve dizer muito mais que isto!!!! Quanto (ao meu ex.presidente da república) o Senhor General Ramalho Eanes, ( que todos nós deveríamos ter um enorme apreço, visto ser ele e outros militares da altura naturalizaram um golpe militar em curso que estava em preparação por forças politicas que se encontram hoje na AR. Eu foi um dos seu apoiante, no terreno, e igualmente, fazendo parte do apoio as suas candidaturas à Presidência da Republica. Quanto aos jornalistas,, não deve ter lido, o meu texto, sendo assim não vou perder o meu precioso tempo a responder-lhe, só para ficar mais elucidada, tenho um filho nessa área! Quanto ao 25 de Abril 74, deixe que lhe diga, que desconhece o que se passou, não lhe explicaram, o que foi o 25 de Abril de 74. Não foi uma revolução, foi um golpe militar! E respondendo a ultima questão, que me é querida, Fiz muita coisa, a lutando, e por vezes com muito sacrifício, mas vou continuar a lutar! O meu CV, de facto não é muito conhecido, isso nunca foi a minha preocupação, mas como eu nunca fiz parte de nenhum governo e dos partidos ligados à AR, e ao chamado arco do poder, não me conhece! Fiz parte de uma organização, que tinha como o nome RPAC! E ficamos, hoje por aqui!
        Viva liberdade a democracia e Independência nacional!
        Nem fascismo nem social fascismo!
        Por uma imprensa livre e democrática
        Pela liberdade de expressão

  3. E esta senhora o que fez? Para além de um mar de lamúrias fúteis. O inevitável aconteceu. Mãos à obra, lições aprendida e ajudar no que for preciso. Gostava de saber qual o contributo da Sra jornalista paraalém das suas convições político-sociais.

    • o contributo já foi muito.tudo correu mal… aliás com este sistema politico que temos tem sempre corrido mal.para o povo. para eles só corre mal quando têm que interromper um fim de semana de paródia.

  4. Diga Estrada Nacional 236 (EN 236). Suponho que é a estrada que as imagens mais têm mostrado. Eucaliptos plantados nos taludes de aterro e de escavação da estrada. Eucaliptos plantados na beira do alcatrão. Copas a cobrir a estrada. Desde que o Eng. João Cravinho reformou a JAE não sei qual é o instituto que faz a gestão das estradas. Tem que haver posse administrativa para ele entrar nos terrenos adjacentes e cortar os eucaliptos numa faixa de não sei quantos metros. A segurança de circulação tem que ser assegurada.

  5. aqui tanto os estes comentadores de bancada de sofá como a sra que esta escreveu o texto estao-se a esquecer de um pormenor muito grande.
    FOI O DESGOVERNO NAZI PSD/CDS QUE ACABOU COM OS GUARDAS FLORESTAIS (PASSOS) NAO FOI PS/CDU/BE
    tambem foi a sra ASSUNÇAO CRISTAS, enquanto MINISTRA DA AGRICULTURA, no DESGOVERNO NAZI 2011-105 (PSD/CDS) que assinou a LEI DO EUCALIPTO !!!
    tambem nao foi PS CDU BE
    e ainda foi………… PASSOS que RETIROU A FORÇA AEREA DO COMBATE AOS INCENDIOS tambem no DESGOVERNO 2011-2015

    tanto estes comentadores NAZIS disfarçados de democratas como a sra que escreveu o texto se esquecem disto… porque será?
    nao convem lembrarem-se nao é? senao o PIDE CAVACO ainda vos faz mal ou vos tira alguma mama

    • Ao que parece o comentador de bancada e de sofá é você mesmo que NÃO SABE O QUE DIZ … sabe ler????? Se SIM então … leia … e veja QUEM EXTINGUIU O SERVIÇO FLORESTAL e o substituíu por um tal de GIPS, que é o mesmo que dizer … porra nenhuma!!!!! Ora meta lá a linguinha no saco e procure INFORMAR-SE antes de ARROTAR POSTAS idiotas!!!!!!

      http://www.cm-vizela.pt/files/Artigos/Servi%C3%A7o_de_Protec%C3%A7%C3%A3o_da_Natureza_e_do_Ambiente_SEPNA_e_cria_o_Grupo_de_Interven%C3%A7%C3%A3o_de_Protec%C3%A7%C3%A3o_e_Socorro_GIPS.pdf

    • Retirado de um comentário: que esta identificado: Aqui vai bruno silva:(…)”Sabia que quando as chefias chegaram ao local do crime uma das ordens que deram aos bombeiros foi para defenderem as eólicas da EDP quando estavam aldeias a ser devoradas pelo fogo sem nenhum bombeiro? Sabia que a lei quando foram expropriados os terrenos para fazer a chamada “Estrada da Morte” obrigava a uma faixa lateral de ambos os lados da estrada como segurança e que essas faixas estavam plantadas pinheiros sem ter havido desbaste do mato? Como vê este fogo ainda tem muito para ser discutido e os criminosos querem que nós portugueses discutam histórias de coitadinho: Lembra-se da operação pirâmide? Só falta chamarem o Carlos Cruz ou o Capitão Martins o célebre do dia de trabalho para a nação”!
      Já agora, se me permite. Hoje “ser-se” do PS do Costa, com apoio das suas muletas e apadrinhado pelo presidente dos afetos, não nos deve deixar de criticar, o que se passa no nosso país, e dizer o que pensamos. Apesar de sabermos, que os deputados que se encontram na AR, não estão muito interessados em revogar o artigo 184º (180º a183º) e (187,322,323,332) do Código Penal sobre a “agravação da difamação” envolvendo agentes púbicos: E restringir no âmbito do artigo 365º às denúncias falsas perante as autoridades.
      E não digo mais nada, porque posso ser multado ou preso, como tem estado acontecer em Portugal nestes últimos anos! Somos o único país, que aplicamos esta lei, não cumprem os padrões internacionais… A que alguns chamam de país democrático! Eu chamaria, de uma democracia burguesa!!!
      E para os menos atentos; existe, um número invulgarmente elevado de condenações de Portugal no Tribunal Europeu de Diretos do Homem(TEDH) por violações do artigo 10º da Convenção Europeia dos Direitos do Homem..
      Pela liberdade de expressão!
      Pela Independência Nacional!

      • Todos os políticos que sucessivamente tem esquecido o reordenamento territorial são responsáveis e como tal deviam ser punidos. Não podem ser imunes como são ás asneiras que fazem e ás mortes que motivam.Trata-se de vidas humanas , não estamos propriamente a brincar no país das maravilhas, como parece…

    • Não se trata de partidos mas de todos os partidos que tem estado no poder…
      Todos os políticos que sucessivamente tem esquecido o reordenamento territorial são responsáveis e como tal deviam ser punidos. Não podem ser imunes como são ás asneiras que fazem e ás mortes que motivam.Trata-se de vidas humanas , não estamos propriamente a brincar no país das maravilhas, como parece…

  6. A senhora não sabe o que é um incêndio destas dimensões! A velocidade a que se propagaram as chamas e o forte vento que se sentia. Quer dizer que a polícia empurrou para a morte os que tentavam fugir?? O que foi que a comunicação social transmitiu? Deturpações. Nem deixavam as pessoas falar quando não lhes convinha a notícia. Haja paciência! Quer escrever? Escreva um livro e passe bem.

    • Ao que parece, V Exª não sabe pensar … ou, pior um pouco, acha que enfia barretes a qualquer um!!! Leia um pouquinho mais sobre a problemática da floresta e seu DESordenamento e depois … faça observações!!!!

    • Não me diga, que NIna Cruz, é familiar dos responsáveis, por tudo isto que aconteceu… pelas suas declarações só pode…Ou então ainda pensa que esta no 24 de abril de 1974!!!

  7. Pingback: Tudo correu mal, Senhor Presidente. – Aventar

  8. Infelizmente morreu queimado dentro do carro um amigo meu de à 50 anos, José Maria Nunes Graça, assim como a sua mulher. Responsabilidades ? de muita gente, desde aqueles que mandam os Portugueses imigrar, se o País tem o interior desertificado, porque é muito importante as remessas dos emigrantes para serem transferidas para offshores. Quem está nas Aldeias para fazer a limpeza das matas ? Até a ex: presidentes de junta de Freguesia que por cá ficam a roubarem-lhes as matas, por uso capião, à plantação nas bermas de estrada de eucaliptos , tudo é permitido.
    O que tivemos efetivamente foi o Inferno a caír em forma de raios como se fosse granizo, alterações climáticas evidentemente.

    • “…Os grandes responsáveis devem procurar-se no primeiro governo de Cavaco Silva, era ministro da agricultura Álvaro Barreto, que vendeu a agricultura portuguesa em Bruxelas por tuta e meia. E era ministro da Energia, Mira Amaral que defendeu a “eucaptilização” do país, chegando a chamar ao eucalipto o nosso petróleo verde. Mira Amaral devia mudar a cor de tal petróleo de verde para vermelho, a cor do sangue das vítimas deste momento, e de todas as outras que tem perecido durante décadas…”

      • Todos os políticos que sucessivamente tem esquecido o reordenamento territorial são responsáveis e como tal deviam ser punidos. Não podem ser imunes como são ás asneiras que fazem e ás mortes que motivam.Trata-se de vidas humanas , não estamos propriamente a brincar no país das maravilhas, como parece…

  9. Tanto se especula sobre tudo mas só tenho a dizer o seguinte: filha de ex guarda florestal, não consigo perceber ainda o porquê de terem extinguido estes homens e deixarem casas e casas ao abandono. Casas que todos nós, através de impostos pagos MENSALMENTE, construímos e mobilámos. Agora passo pelas mesmas e fico desolada. Isto tudo acontece porque existem culpados, e não falamos das condições climáticas. Falamos de um país com uma dimensão gigantesca de florestas que ninguém cuida, ninguém quer saber. Isto é o início. Muitos mais fogos vamos ter, ainda faltam muitos eucaliptos para arder. Isto acontece pela falta de organização e gestão. País tão pequeno e tão pobre de mentalidade. Alarguem os horizontes por favor, deixemos de nos acomodar a tudo. Muitos mais irão morrer em fogos. Se não for este ano, será no próximo. Nada vai ser diferente.

  10. Muita critica , muita mágoa , muita resolução para todos os problemas , a mágoa será as vidas que se perderam , mas que ninguém tenha dúvidas quando terminar a época dos fogos, ninguém limpa nada , ninguém protege nada os políticos não vão fazer nada e avida continua

  11. Menina, Senhora ou Dona RAQUEL VARELA

    Sou um cidadão comum sem interesse comercial.
    NÃO GOSTO DESTE ARTIGO QUE CONSIDERO DE INFLUÊNCIA DE MASSAS.

    Não li jornais. Vejo os canais de TV onde também vende a sua imagem.
    MARCELO R S – tudo correu mal. NUNCA A OUVI FALAR DAQUILO QUE HOJE CONSIDERA TER CORRIDO MAL. Talvez tenha a desculpa de nunca lhe terem vendido um programa para se pronunciar por tal. CREIO QUE PARA ESTE ARTIGO NINGUÉM LHE PAGOU PARA SE PRONUNCIAR SOBRE ELE. Tem o direito de se pronunciar livremente. LAMENTO NUM MOMENTO DESTES, SE PRONUNCIAR EM CONDENAÇÃO, SEJA DE QUE FOR.
    Lamento ter que a informar que durante a minha vida profissional, (sem jornalismo e sem interesse remuneratório, nem ser BOMBEIRO) também em situação semelhante de INCÊNDIO, tive que, para repararmos instalações telefónicas no menor período de tempo possível, hoje tenho consciência de que FIZ O MEU MELHOR POSSÍVEL NO MOMENTO, PODENDO NÃO TER COINCIDINDO A MINHA MELHOR SOLUÇÃO DE ACORDO COM 100% DO DESEJÁVEL.
    Aquilo que quem está de fora, passados 2 ou 3 dias, com a sua ignorância, acusam os OUTROS, de não terem feito aquilo que o desconhecimento dos meios ao seu dispor dum melhor procedimento.
    DEVEMOS SER HONESTOS E CONFIAR QUE “ESTES SERES” DEVEM ESTAR A FAZER O SEU MELHOR.
    Lamento ter tido que dar a conhecer este meu comentário. Mas a minha consciência não permite estar calado.

  12. Se a daquela, leu todos os jornais a jornaleira aquela está bem informada, houve até quem a viu de jornal na mão a ajudar nomcombate as chamas…granda raquela!

  13. Começamos logo mal quando dizemos q os especialistas são os arquitectos e urbanista (outro erro outro lobie …), investigue mais e verá quem sabe é há muito fala e deve fazer o correto ordenamento do território, que tal como os ex guardas florestais foram abafados.
    Os técnicos com vóz na matéria n são os referidos supra, são aqueles a quem estes n deixam q as suas vozes se oucam, porque estes pensam q uma ou duas cadeiras n área é suficiente… Não não é, enfim mt poderia falar. Mas sim Tudo falhou, falha essencialmente por quem sabe a ordenasse o território, é esse território n é nem de arquiteta nem de urbanistas. Quem é da área sabe bem o que falhou e falha de há anos.
    O meu pesar às famílias das vítimas.

  14. Nem tudo correu mal – todos, mas todos têm tema de conversa, de análise profunda, de solução de problemas, etc. Tudo, mas tudo correu bem para quem usa a palavra em vez da acção (escrita s/ acordo). Obrigada. MP

  15. Sim, tudo correu mal, mas tudo corre mal há muitos anos.Nunca se requalificou a floresta e muito menos as pessoas que nela vivem perante a vergonhosa imunidade dos sucessivos políticos. Aqui não há partidos mas gente incompetente que governa um Estado que serve para muito pouco para lá de proteger alguns compadres e corruptos.Os verdadeiros problemas do povo português ficam paulatinamente para traz, não interessa mexer naquilo que lhes interessa, por isso sou de opinião que o Estado representado pelas figuras que o gerem é responsável pelo crime permanente contra o património florestal e pelos prejuízos e mortes provocadas.Vivemos nesta palhaçada há muita décadas , hoje morreram seis dezenas de pessoas o que está longe de ser um motivo para o folclore televisivo ou para o aproveitamento vergonhoso dos chamados políticos no único sentido da sua actuação, os votos. O resto são lágrimas de crocodilo, amanhã estará tudo esquecido e na mesma, continuarão por ser julgados esses politicos que omitiram as soluções e entregaram aos amigos e clientes a defesa dos espaços comuns, da mesma maneira que não são julgados os banqueiros, os corruptos, os gatunos que nos martirizam a vida com impostos, falta de emprego, burocracia. Com esta tralha partidária que temos, autênticos donos disto tudo, não vamos a lado nenhum. Claro que os partidos são precisos, mas enquadrados por legislação séria e punição rigorosa . O voto neste arremedo democrático não legaliza ninguém , legaliza apenas a farsa, a mentira, a ditadura de meia duzia de experts que dominam o espectro partidário e promovem as hierarquias do mando tão má ou piores que o compadrio do tempo de Salazar. Não foi para isto que se fez um 25 de Abril e agora, que o contrato social expirou em toda a Europa do humanismo os governos confundem a liberdade politica com a liberdade do poder e entregam-se de forma irracional ao pequeno mundo da riqueza neo liberal, incapazes de cumprir o seu papel de equilibrio nas sociedades humanas. O destino da maioria é o low cost, o mundo das elites autocraticas da concentração da riqueza o esbanjamento e o supérfluo. Portugal foi sempre rápido a aprender o que é pior para o povo comum e a inserir os seus ‘heróis’ ainda com mais rapidez
    no mundo dos afortunados.

  16. Chover no molhado.
    E se experimentássem isto;
    “INCÊNDIOS: 2011 – O ÚLTIMO COMBATE”

    Agosto de 2010 – Portugal: o drama deste ano com os fogos florestais, vem comprovar como pouco se avançou desde o fatídico ano de 2003, quando o fogo iniciado no mato a poucos passos de um caminho para a serra da Maunça (Fundão) varreu o país até Abrantes, no total dos incêndios por uma área idêntica à do Algarve.
    Como habitualmente, inúmeros comentadores, estudiosos e políticos, vão opinando e diagnosticando o que está de há muito diagnosticado: que política florestal (existe?); ordenamento do território (objectivo possível há duas décadas, entretanto realizado pela realidade económica e inércia governamental); organização dos meios de combate aos fogos florestais (portuguesa).
    Entretanto, perto de dez mil bravos bombeiros vão resistindo evitando o pior, o massacre de uma ou outra pequena população de uma aldeia do interior profundo. À custa das vidas de alguns, como a da voluntária Cristiana Josefa de Gondomar, a “Soldado desconhecida” (12Ago, DN) – estudante universitária, trabalhadora a tempo parcial e voluntária, nos seus 21 anos de existência interrompida e sem seguro de vida*.
    Maio de 2011: na primeira semana de Maio, tem lugar nas instalações da Autoridade Nacional de Protecção Civil uma reunião presidida pelo PM sobre a Segurança e Defesa dos Incêndios para o Verão. Presentes altos representantes dos sectores que prepararam a Ordem de Operações para o efeito, fruto do Plano de Operações Josefa de Out10: Forças Armadas (MDN), GNR e PSP, Protecção Civil e Bombeiros (MAI); Florestas (MA); Serviços prisionais e PJ (MJ); Associação Nacional de Municípios…
    Foram passados em revista, a preparação e prontidão dos meios e sistemas de defesa do território:
    Limpeza dos terrenos…
    Vigilância do território…(aérea)
    Vigilância terrestre…
    Quartel-General da Protecção Civil – um comando operacional conjunto instalado numa base da Força Aérea no centro-norte do país…
    * Seguros de vida…
    **Empresa de Meios Aéreos,,,
    Z

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s