A ocasião não faz o ladrão

Hoje recebi uns amigos especiais para almoçar. E a minha mãe – muito especial, claro. Quando o almoço começou, há muitos copos e gargalhadas atrás, a minha mãe chegou e trouxe-me laranjas, das laranjeiras da nossa casa, lá do campo. Uma caixa, com mais de 10 kg. No meio da confusão do início do almoço tirei as laranjas do carro e coloquei-as na rua, em cima da caixa da electricidade. Agora, no fim do almoço, muito para lá do sol se pôr, a minha mãe lembrou-se que me tinha trazido ovos caseiros, um dos meus filhos foi ao carro buscá-los. E de caminho passou por uma…caixa de laranjas! Onde eu a tinha deixado há 6 horas atrás. É para nos recordarmos que no país onde Ricardo Salgado é um respeitável colunista de jornais há um grupo de pessoas, grande, que ainda acha que os bens dos outros não são para ser roubados, que o trabalho dos outros é deles e não nosso. A ocasião não faz o ladrão.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s