Sem interesse

A ideia de ultrapassar a natureza, dominá-la, superá-la, é uma das dimensões fascinante do desporto profissional – adorava saber a história de vida de cada um daqueles atletas, no fundo como se tornaram tão fortes, corajosos, auto controlados. Em vez disso temos detalhado acesso a todos os fait-divers das pequenas misérias humanas, outras nem tanto, são só comportamentos normais de jovens que não tiveram juventude e que os jornais e o novo moralismo pós-moderno elevam à condição de crime hediondo – entupimento de esgotos por preservativos, sexo, álcool, festas, vidros partidos, não há assunto nenhum sem interesse que não saibamos com precisão. No fundo sabemos tudo o que faz deles jovens iguais a tantos milhões e não sabemos nada do que os tornou excepcionais.

Advertisements

One thought on “Sem interesse

  1. A estranha tendência de vermos os outros como actores secundários da nossa vida desumaniza-nos. As pessoas parecem acessórios, instrumentos de estudo, importantes enquanto funcionais para os outros. Sem qualquer decoro expressamos a nossa absoluta indiferença pelos que nos rodeiam. Louvamos o condicionamento e a privação, os “meios” parecem sempre pouco relevantes para tão grandiosos “fins”.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s