Estivadores: direitos conquistados

Não conheço os termos do acordo assinado ontem entre os estivadores e as empresas privadas que trabalham no porto. Não me pronuncio sobre ele e o que representa até o ler e, o mais importante , reflectir sobre ele. Mas estou pasmada com a quantidade de pessoas que aqui dá os parabéns ao A. Costa que, cito, dizem “conseguiu o acordo”. Risível. O que quer que tenha sido conseguido ou não ontem foi-o pelo estivadores e pelo seu sindicato democrático e combativo que, com pressão brutal, salários em atraso, debates frontais se mantiveram unidos em torno de um objectivo claro -impedir a entrada de trabalho precário no porto. E todos aqueles, amigos, família, grupos sociais de apoio, indivíduos que em plenários, piquetes, reuniões intermináveis, noites sem dormir, discussões, resistência emocional, contactos, redes de solidariedade, assessoria a textos, vídeos, grafismo, imprensa, assessoria jurídica, lutaram nestes dias. António Costa denegriu os estivadores acusando-os de pôr em causa a economia, promoveu uns serviços mínimos máximos, enviou a polícia para furar a greve, ameaçou com a requisição civil e, finamente, porque a luta teve um alcance social que ameaçou abrir um dique em muitos sectores da sociedade – em muitos locais de trabalho que se tornaram um inferno, incluindo nos outros portos e nos outros transportes e energia mas não só – saiu derrotado das sucessivas ameaças e teve que obrigar as empresas privadas ( que operam num porto público) a sentarem-se à mesa. A dignidade dos estivadores, das suas mulheres e de todos os que lutaram ao lado deles e lutam com organização, noites sem dormir e tensões emocionais gigantes, nervos de aço e o valor do compromisso, de quem cumpre a palavra com os seus camaradas – não autoriza a que qualquer louro seja enviado ao Governo. Não há direitos adquiridos – há direitos conquistados.

Advertisements

2 thoughts on “Estivadores: direitos conquistados

  1. “estou pasmada com a quantidade de pessoas que aqui dá os parabéns ao A. Costa que, cito, dizem ‘conseguiu o acordo'”

    Os partidos políticos pagam a pessoas para andar nas redes sociais (e afins) a criar perfis falsos e a colocar nestas redes as mensagens que convêm a esses mesmos partidos políticos.

    Oiça José Rodrigues dos Santos a denunciá-lo numa entrevista na TVI:

    h*tp://blackfernando.blogs.sapo.pt/para-quem-duvidar-de-que-existem-trolls-88000

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s