Os transportes publicos já são privados

Nem TAP, nem Metro, nem Carris, nem CP, nem portos. O Governo, em funções, não reverteu a privatização da TAP, que está a ser usada como plataforma giratória de dívida bancária; está a desmantelar internamente a Carris e o Metro com mudanças estruturais na organização e na deslocalização de trabalhadores; mantém a lei dos portos que permite a concessão privada e o dumping laboral; a CP contínua com a espada na garganta de mais de 80% de receitas para juros bancários. Entretanto garantiu a paz social – o meu doce bizavô César, que viveu 93 anos, tempo para saber com o que se iludir, chamava a estes momentos «estão a dar-me música». Enquanto não tivermos uma política geral de transportes públicos cuja função é transportar pessoas e mercadorias e tivermos uma política de transportes públicos que é de facto um negócio de rendas fixas – na Banca para o Metro, a CP, a Carris; no porto para os intermediários; na TAP para a Banca e a concentração nos EUA, teremos um país mais pobre – o que aqui referi foi em grande parte publicado pelo Tribunal de Contas, em 2009, que tinha então alguns homens muito nobres à sua frente. Falsa ocultação do défice, com descapitalização pela redução das indemnizações compensatórias. Não há novidades no ritmo, nem na rima, os transportes assim estão a elevar brutalmente o preço de tudo, incluindo dos salários e das mercadorias. Os trabalhadores estão à espera, a ouvir música: um Governo que começou há uns meses com um allegro ma non tropo corre o risco de terminar num requiém.

Advertisements

One thought on “Os transportes publicos já são privados

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s