Jesus não pagou juros

Coragem era um cartaz com Jesus expulsando os vendilhões do Templo dizendo «Jesus não pagou juros». Mas, logo na semana em que o BE aprovou um OE que paga integralmente os juros usurários da Banca falida, as remuneração das PPPs e que não cria um único posto de trabalho num país com 1 milhão e 400 mil desempregados e que substitiu o direito à dignidade de viver do trabalho pela extensão das prestações sociais e subsídios, enfim, não era a semana para lembrar a luta de Jesus contra o tributo divino ao Império romano, uma renda fixa que o imperador recolhia aos súbditos. Quando vi o cartaz do BE de Jesus com dois pais confesso que veio-me à memória um poema de Natália Correia: «Temos fantasmas tão educados que adormecemos no seu ombro».o».

religion_05

Advertisements

5 thoughts on “Jesus não pagou juros

  1. Pingback: Jesus Cristo não pediu emprestado | perspectivas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s