Os monstros

A decadência laboral e intelectual de cada um acarretará, não interessa a força individual, a decadência moral individual. A experiência é a mãe de todas as coisas, e a experiência do isolamento, da desistência, da rotina, da inércia, da ausência de projectos individuais criadores, da ausência de assumir responsabilidade e direcção sobre o conjunto colectivo, é a mãe da inevitável decadência moral. O mais resistente dos seres humanos não resistirá. Quem não muda a vida não muda de vida, ou, quem não muda o ambiente adapta-se a ele. Ficará tão monstruoso como os monstros que nos rodeiam, os fantasmas e os reais.

Advertisements

One thought on “Os monstros

  1. Os locais de trabalho sempre foram lugares de educação, muito eficientes por sinal, não é fácil entender a subjugação como caminho para a felicidade ou de convencer alguém a abdicar de si próprio, é isto que se consegue nestes lugares, são poucos os que parecem entender essa lógica são menos ainda os que a questionam. Sentimos demasiadas coisas que não vemos o que de um forma ou de outra nos embrutece.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s