Coimbra de Matos

Entrevista imperdível

http://www.publico.pt/tema/jornal/coimbra-de-matos-paciente-portugal-diagnostico-depressao-desamparada-24058206

Advertisements

One thought on “Coimbra de Matos

  1. O pai como representante da realidade apenas porque se movimenta no meio que não controla parece-me uma concepção incompleta, se por outro lado se está a assumir que a representação mais precisa da realidade é a competição então não posso deixar de discordar.

    Penso que o que determina as manifestações de fascínio ou de receio é o contexto colectivo e não a “disposição” individual, penso que temos que abandonar a ideia de que o que somos é algo intrinsecamente nosso.

    Não vejo como ideias distintas o progresso sob a égide da continuidade ou das ideias fracturantes, uma parece ser o resultado da outra, no caminho da continuidade encontramos becos sem saída que nos transportam invariavelmente para as ideias que nunca pensámos ter.

    Não espero ouvir a verdade de quem não a pode dizer, penso que a beleza de actos heróicos se esgota na impossibilidade da sua perpetuação. A nossa própria vida é um cem numero de mentiras que insistimos em acreditar.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s