António Monteiro Cardoso

Morreu hoje o historiador António Monteiro Cardoso, membro do IHC-Grupo de História Global do Trabalho, que coordeno na UNL. Como colega e amiga, quero deixar algumas palavras para além da biografia, riquíssima, e de uma obra fundamental. O António era um transmontano (Freixo de Espada à Cinta, 8 de Setembro de 1950) que se apaixonou por compreender o século XIX na sua complexidade, demonstrando que as revoltas «conservadoras» tinham pouco de nacionalismo ou ideologia e muito de sobrevivência – se os franceses pilhavam uma aldeia, um camponês não precisa de ser antiliberal para estar contra ele. Daqui ele deu um contributo fulcral para a compreensão do processo de acumulação primitiva em Portugal, a que depois juntou um estudo pioneiro sobre Timor-Leste na Segunda Guerra Mundial, e vários trabalhos sobre revoltas e resistências em Portugal e nas ex-colónias. Especialista em comunicação foi durante anos professor na área da comunicação e o direito; contribuiu decisivamente para a recuperação da memória dos militantes antifascistas de base, operários e outros, do MRPP, recuperando histórias individuais, muito para além dos clichés dos trágicos percursos dos mais conhecidos dirigentes desse partido. Era um homem culto, profundo, que amava a literatura e estudava-a para compreender a sociedade. Era, em suma, um cientista social, um intelectual que procura explicar e compreender a sociedade olhando-a de vários ângulos, para obter a almejada totalidade, recorrendo à necessária interdisciplinaridade, que não se confundia nele com o eclectismo vago do pós-modernismo. Baseou a vasta obra, que agarrou em diferentes temas e épocas, numa teoria crítica bem definida, metodologias claras e uma visão política de transformação, de procura de um mundo melhor.
Era um ser humano maravilhoso, agradável, cortês, doce, irónico e sarcástico, com quem uma conversa nunca era enfadonha. Era um prazer estar ao seu lado, aprender com ele, rir com ele.
Perdemos um grande historiador. Em breve esperamos publicar em edição livro uma longa conversa/entrevista, ainda inédita, que tivemos sobre o século XIX e a acumulação primitiva de capital em Portugal, onde ele desfaz os mitos do povo camponês intrinsecamente reaccionário e nacionalista e demonstra, na melhor tradição da histórica crítica, as contradições de um processo violento de modernização capitalista. Entrevista que ele, ao longo destes duros meses de luta contra a doença, foi cuidadosamente corrigindo, com a seriedade, o cuidado, a atenção, a clareza que punha em todos os seus trabalhos. É para nós uma imensa perda, uma grande tristeza. À família, em primeiro lugar aos filhos, deixamos os nossos mais sinceros sentimentos. Em sua memória prometemos levar adiante a publicação. O seu legado como um dos historiadores do Portugal contemporâneo é indiscutível.
 
Raquel Varela, coordenadora do Grupo de História Global do Trabalho e dos Conflitos Sociais-IHC/FCSH/UNL, 11 de Janeiro de 2016.
 
20131205 (19) Sec XIX e Lutas liberais (1)
 
Livros Publicados
• Timor na 2.ª Guerra Mundial. O Diário do Tenente Pires, CEHCP-ISCTE-IUL, Lisboa, 2007
• A Revolução Liberal em Trás-os-Montes (1820-1824). O Povo e as Elites, Porto, Edições Afrontamento, 2007
• A Guerrilha do Remexido, com António do Canto Machado, Europa-América, 1981
• Correspondência Luso-Brasileira, com António Pinto da França, 2 vols. (I – Das Invasões Francesas à Corte no Rio de Janeiro (1807-1821); II – Cartas Baianas. O Liberalismo e a Independência do Brasil (1821-1823), Imprensa Nacional – Casa da Moeda, Lisboa, 2008
• Cartas Luso-Brasileiras (1807-1821). A invasão francesa. A corte no Brasil, a revolução liberal, com António Pinto da França, Companhia Editora Nacional, S. Paulo, 2008
• Cartas Baianas (1821-1824). Subsídios para o estudo dos problemas da opção na Independência brasileira, com António Pinto da França, Companhia Editora Nacional, S. Paulo, 2008
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s