Hitler já foi bebé

Vi com espanto um dirigente do Bloco de Esquerda em Paris, junto do memorial às vítimas da barbárie, dizer que tínhamos que defender «os valores europeus». Adriana Calcanhoto tem uma música onde nos recorda que Hitler já foi bebé. Também era europeu, lembro. Não há nenhuma associação, como querem muitos na periferia do mundo, numa síndroma de colónia que permanece, onde se sente sempre uma certa «raiva dos europeus», entre Europeus e barbárie ou europeus e neo colonialismo: aocupação neo colonial no Haiti é comandanda pelo PT no Brasil; e a África do Sul do Congresso Nacional Africano é uma tropa de choque na região; a China é uma peça de lego económica mas uma semi potência militar da região que mantém, por exemplo, a teocracia estalinista da Coreia do Norte a transmitir valores ao mundo medieval com regularidade. Agora «valores europeus» não existem, evidentemente. Ou, dito de forma mais correcta, não são imperativos categóricos, universais: os valores do expansionismo alemão são uns, os valores dos alemães que, a contrario da lei, auxiliam refugiados são outros. São todos europeus. Como há muitos brasileiros, chineses e sul africanos que lutam por um mundo justo e igual e a cujos valores estou tão ligada, apesar da distância que, às vezes, nos separa. Os partidos medem-se pela coragem da verdade e não pela declaração de circunstância que vai dar mais votos. É nestas alturas que é mais necessário ter a mente quieta, a espinha erecta, para ter o coração tranquilo.

Advertisements

One thought on “Hitler já foi bebé

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s