Cardápio da pátria lusa

Uma vez que o meu facebook se encheu de comentários xenófobos contra refugiados e outros ofensivos da minha pessoa, em pessoa pessoalmente, como dizia o Cataré, o telefonista ignorante do grande comissário Montalbano, do escritor siciliano Camilleri, deixam-me hoje partilhar convosco não uma pedaço da história de um mundo feito de guerras e refugiados, de migrações e solidariedades, de conflitos e cooperação, de escolhas, portanto, mas o negócio possível para salvar a pátria lusitana, intacta, branca, cristã, ou não sejamos nós 15 milhões – 5 milhões espalhados pelo mundo.

Trocamos:
Passos Coelho e os 400 mil imigrantes forçados do seu governo por 20 sirios;
Se levarem Passo e Portas e os negócios de submarinos com investidores alemães juntos, subimos a parada para 50 sírios;
Se levarem António Mexia e os seus investidores chineses, 100 sírios – a EDP não vale menos;
O Grupo Melo nos Hospitais privados e os seus capitais alemães que têm destruído o SNS português 200 sírios;
Pires de Lima, a TAP e os investidores americanos e brasileiros que a compraram, com a dívida garantida pelos contribuintes portugueses, 250 sírios;
Se tirarem do país Américo Amorim e os investidores estrangeiros da Galp, não vale menos de 300 sírios – a gasolina a preços comportáveis não é para qualquer um;
O português Luís Amado e os capitais do ditador Guiné 300 sírios. E, claro, o dinheiro da recapitalização do BANIF de regresso ao bolso dos portugueses.
Zeinal Bava e os investidores franceses da Altice, 400 sírios – queremos a PT de volta, é nossa, branca, lusitana!
Família Espítiro Santo e os investidores chineses, 500 sírios. Só o cristão rentista Ricardo Salgado vale pelo menos 100 muçulmanos trabalhadores;
Se ainda tiverem espaço na mala e defendenderem com unhas e dentes a pátria de Camões, a raça pura que nos une, levem Cavaco Silva – trocamos por 1000 sírios.
Se continuarmos a trocar todos os portugueses de raça, cristãos, brancos que venderam este país por sírios ainda acabamos a descobrir que Portugal existe. E é nosso. No meio do caminho ajudamos famílias que fugiram a uma guerra. Com um negócio destes ainda há cidadãos a ofender-me?

Agora, um segundo sério. Digam-me lá, assim, com coragem, olhos nos olhos, quem é que tem feito mais por este país: eu, que fiz milhares de km a fazer 3 centenas de palestras em 2 anos a defender os bens públicos do país, e fi-lo gratuitamente, e que hoje defendo receber refugiados de guerra? Ou vocês, que aqui vêm explicar-me como se defende a pátria e dar-me lições de história? Tenham vergonha! Como o Cataré – vergonha em pessoa pessoalmente.

Advertisements

6 thoughts on “Cardápio da pátria lusa

  1. Obrigado pelo seu post. De facto, o que você faz vale mil vezes mais que as inacções de uns quantos “comentaristas”. Continue a escrever. Obrigado+++

  2. Em tempos dizia-se que Portugal era “o país de brandos costumes”. Epíteto completamente errado, como errada era a ideia de que os portugueses não eram racistas, basta ver os milhares de comentários xenófobos que pululam por esse facebook. Ainda por cima de ignorantes, só não digo burros para não ofender o simpático animal.

  3. Boa noite Doutora Muito bom! Cristão rentista, ahahah. E já agora, se me permite, a “outra senhora”, matriarca deles todos, embora muito desgastada, usada, enferrujada, desdentada, até algo nojenta e sem tinos, também valerá algo para troca. Seria um alívio! Até porque consta que a criatura quer reprocriar a todo o custo. A seguir com cuidado os problemas da segregação, precarização, religiosos, étnicos. Sobretudo, entre a pequena e média burguesia – eternamente retrógrados e ignorantes -está instalada a ideia que ‘vamos ficar mal por causa deles’ como se eles fossem a causa do nosso “mal”. Um abraço e obrigado😉 António

  4. E no meio de tantos portugueses com aversão ao conhecimento, com uma atração mental ao vazio que lhes fustiga e corrói os neurônios, existem outros tantos portugueses que seguem a sua linha de pensamento. Coragem e um bem haja, pois precisamos de pessoas como você.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s