Há uma linha que separa …

Não me levem a mal mas qualquer coisa de espantoso se passa nas cabeças das melhores pessoas deste mundo, como se a sua consciência da realidade económica tivesse sufocada por ideias mirabolantes. Quem tem a bondade de auxiliar o pagamento da dívida grega num crowdfunfing mundial está a ajudar a colocar pregos no caixão dos trabalhadores e pensionistas da Grécia (é que os bancos gregos e os armadores não se queixam do pagamento da dívida, contraída para salvá-los também, combase na extorsão salarial). E, mesmo que o faça numa onda de solidariedade com a Grécia, o que está a fazer é remunerar capitais falidos da Banca alemã, francesa, grega e portuguesa; está de facto a ter a bondade de auxiliar os Salgados deste mundo, os Onassis deste planeta, a caixinha recolhida vai directo para a banca alemã, passando pelas doces mãos de Merkel e Lagarde, intermediárias do processo de transferência de impostos e salários para dividendos de accionistas. Se restar um bocadinho de bom senso façam o mesmo croudfunding para auxiliar os trabalhadores em greve, os gregos e os europeus, os únicos que podem auxiliar a Grécia. Há uma linha que separa entregar dinheiro aos armadores do porto de Pireus e aos trabalhadores do porto de Pireus – essa linha chama-se pagamento da «dívida pública». A ideia é tão estúpida que eu que não acredito nunca nas teorias da conspiração pergunto-me se terá tido origem no BCE…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s