Cofres “cheios”

A Ministra das Finanças do país diz orgulhosa que tem os «cofres cheios». Passo a parte do «vão e multipliquem-se» e outros momentos de charme da fina flor da direita-bifana, e concentro-me no essencial. Se eu cá em casa deixar de dar comer aos meus filhos posso usar esse dinheiro e colocá-lo no banco a render juros, ou menos dramático, em vez de peixe fresco e fruta alimento-os a papas e vejo a minha conta bancária crescer. Isso faz de mim uma boa mãe ou um monstro? Cortar no Estado Social e fazer desempregados para remunerar juros, juros agiotas que nas palavras da Ministra são “assumir os compromissos” é uma monstruosidade. Orgulhar-se disso neste tom é para sociopatas.

Advertisements

2 thoughts on “Cofres “cheios”

  1. Olá, Boa Tarde…
    bem-haja pelo excelente serviço publico que faz!
    Gostava só de trazer para a ribalta, pois inquieta-me que quem de direito passe ao lado destes pequenos/grandes pormenores (Exemplo presidente da Liga de Bombeiros entre outros)!, é a questão de obrigarem, AT, a que as Associações Humanitárias de bombeiros passem a cobrar IVA na quota dos associados (e a burocracia que daí advém), como é possível até neste pequeno “donativo”, no caso da Associação a que “pertenço” no interior do país pago 10 Euros imagina-se se a Associação ou até mesmo os associados, que o são, em grande numero com objectivo simples de ajudar uma Tão Nobre causa que são os Bombeiros Portugueses e as respectivas associações que prestam muitas vezes, ou melhor, substituem-se ao governo na obrigação de salvaguarda e protecção das populações, é triste!
    Peço desculpa por trazer este tema, mas isto revolta… gosto de visitar a sua pagina, traz-me alguma esperança….
    Força, continue…
    Bem-Haja…
    Tiago

  2. Não te preocupes Raquel. Quando os socialistas, e se, chegarem ao poleiro logo os esvaziam outra vez. O que eu vejo e ouço é muita conversa e pouco trabalho. Há pessoas que falam tanto, discutem tanto, conversam tanto… que não têm tempo para trabalhar. São os privilegiados da língua. E vivem uma vida de esquerda do champanhe como o grego gastando o dinheiro dos outros. Espertos!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s