O espírito do pleno emprego

Advertisements

3 thoughts on “O espírito do pleno emprego

  1. Mais importante que saber quem está connosco é saber quem está contra nós. Ninguém minimamente decente pode achar razoável uma sociedade sem “pleno emprego”, ninguém minimamente decente pode achar razoável a apropriação dos ganhos de produtividade, ninguém minimamente decente pode achar razoável uma ditadura de uma maioria.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s