25 de Novembro – Costa Gomes soube do golpe

Para fazer a História do Povo na Revolução Portuguesa estive, entre outros, 6 meses no arquivo da RTP. Nessas horas de imagens que vi e registei – a maioria do que lá está arquivado está ainda por explorar – encontrei a gravação completa da entrevista famosa de Pinheiro de Azevedo onde diz que está farto de ser sequestrado. O que se passa é que só uma parte dessa entrevista era conhecida até aqui. A parte final, em que este diz que «para pôr fim aos plenários vai haver uma solução militar e que vai falar com Costa Gomes nesse sentido», tinha até hoje sido cortada da versão que circula há anos.
O lançamento do meu livro foi generosamente divulgado mas esta parte teve direito a uma pequena notícia, quando o facto é de uma imensa importância para a compreensão do 25 de Novembro. O Grupo dos 9 não reagiu a um golpe de esquerda, provocou sim uma situação em que pudesse pôr fim à dualidade de poderes nos quartéis e Costa Gomes tem neste processo um papel destacado. A questão, consensual para todos os partidos (PS, PPD, e também o PCP), era como controlar os “oficiais revolucionários”, que serão presos depois, e os soldados.
40 anos depois do 25 de Abril deveria já haver serenidade para fazer história sem a pressão dos vencedores sobre a caneta dos investigadores.

1966876_10201787297779235_301087048_n

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s