Há 40 anos a ditadura tremia com a greve da TAP

«No entanto, a resistência dos trabalhadores, em terreno conhecido, rapidamente se tornou insustentável para a polícia. Esta tentou ainda entrar num dos hângares, mas renunciou à ideia, ao notar que podia ser alvo do dispositivo anti-incêndios. Alvejada por fisgas, com esferas de rolamentos facilmente acessíveis nas oficinas, a PSP decidiu retirar-se das instalações. Mas teve de fazê-lo também sob uma chuva de projécteis que a atingiam a partir dos edifícios de escritórios».

Ler o artigo completo aqui

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s